Família Chevalier

MSC


A Família Chevalier, quem é?

(Inspirado no livro: O Carisma de Júlio Chevalier e a Identidade da Família Chevalier;

Um itinerário para a Espiritualidade do Coração; Hans Kwakman MSC)


Quando falamos de Família Chevalier estamos falando de várias entidades que se inspiram na experiência e mística do Fundador Padre Jean Júlio Chevalier. Um padre diocesano bem jovem que desejava ardentemente iniciar uma Congregação de Irmãos e Padres missionários tendo o Coração de Cristo como essência principal. Existe nesta Congregação/Família Chevalier os Missionários do Sagrado Coração, as Filhas de Nossa Senhora do Sagrado Coração, as Missionárias do Sagrado Coração, os Leigos e Jovens Missionários do Sagrado Coração, as fraternidades de Nossa Senhora do Sagrado Coração e várias outras entidades que se inspiram neste desafio de tornar amado e conhecido por toda a parte o Amor de Deus no Sagrado Coração de Jesus.

Todas estas comunidades possuem alguns fundamentos em comum e assim são reconhecidas como parte desta Família Chevalier:

1. Uma profunda preocupação pela humanidade;

2. Uma crença no amor de Deus revelado em Cristo como resposta às necessidades mais profundas das pessoas;

3. Uma missão para dar testemunho desse amor às pessoas, mediante a prática da caridade.

Esta Família iniciou sua caminhada em 08 de dezembro de 1854. Esta á a data que o Fundador quis marcar o caminho. Dia da promulgação do Dogma da Imaculada Conceição de Maria. Assim iniciada começou a percorrer o mundo conforme a razão de sua criação: Amado seja em toda a parte o Sagrado Coração de Jesus!  Papua Nona Guine, Micronésia, Melanésia, Europa, Américas, África, Ásia e assim hoje marcam presença em mais 50 países. A missão não se esgotou, aliás, o desafio cresceu ainda mais, pois hoje não se trata apenas de ir a algum país, mas existem nestes países as periferias existenciais. Por exemplo, dentro do Brasil existem centenas de outros países; os refugiados; os presidiários; os moradores de rua; os dependentes químicos; o mundo da política; negros; indígenas; juventude; idosos; menores... É uma chamada de atenção que o Papa Francisco tem insistido muito ultimamente.

50 anos depois de iniciada esta família ela perdeu alguns fundamentos importantes. Nas novas orientações de 1907 deixou de lado três assuntos sérios para esta Família:

1. A devoção ao Sagrado Coração como remédio para os males de seu tempo;

2. O insubstituível papel dos leigos na Família;

3. A tarefa dos MSC de atender à Formação dos Leigos associados à Família, no que se refere ao Sagrado Coração de Jesus.

Estes esquecimentos enfraqueceram as novas gerações dos membros desta Família. Ficou apenas mais uma Congregação Missionária. O que nos distinguia se perdeu. Mais uma apenas.

Mas em 1962 o Concílio Vaticano II exigiu de todas as Famílias religiosas uma renovação e volta ao seu verdadeiro sentido de existência na Igreja Católica. E em 1985 a Família Chevalier começa a reconstruir sua originalidade.

Recuperou-se no testemunho do Fundador Padre Jean Júlio Chevalier:

1º. Ele era apaixonado pelo Coração de Jesus;

2º. Tinha uma visão e consciência permanente/diária;

3º. Um sentido profundo de missão.

Esse dom especial do Espírito Santo, que descobriu em si mesmo, o fez Fundador desta Família Chevalier composta de diferentes Congregações: Irmãos, padres, freiras, leigos...

O ponto essencial do seu Carisma é uma grande paixão Por Jesus Cristo, Palavra Encarnada. Esse crescente amor por Jesus Cristo o estimulou a estudar, viver e propagar a devoção ao Sagrado Coração de Jesus.

Aprofundando-se continuamente no conhecimento e na experiência deste Sagrado Coração, Chevalier desenvolveu uma visão cada vez mais global dessa Devoção e do papel do Coração de Jesus no plano que Deus tinha da criação, da redenção e da restauração.

Jean Júlio Chevalier pode viver e promover “tal paixão por Jesus Cristo” e desenvolver “sua visão da Devoção ao Sagrado Coração de Jesus”, porque era um homem com forte “sentido da missão”. Sentiu-se interpelado pela angustiante situação da sociedade do seu tempo, estava convicto de que o amor de Jesus pela humanidade conseguiria sua restauração e que uma devoção fervorosa ao Sagrado Coração seria o remédio para os males da sociedade. Ele une o coração humano ao coração de Jesus. A humanidade feliz é o Criador e a Criatura em comunhão. Por isso ele quis reunir o maior número possível de homens e mulheres para proclamar a boa notícia da devoção ao Sagrado Coração, comprometendo-se ao mesmo tempo com a missão redentora de Jesus. Por isso a missão necessitava:

1º “Uma missão do coração”: ao mesmo tempo em que nos comprometemos com a missão de Jesus Cristo no mundo, cuidamos, desse modo, de fazer com que as qualidades dos nossos próprios corações possam amoldar-se às virtudes do Coração de Jesus.

2º “Uma missão social”: Nossa participação na missão de Jesus Cristo deve influir na cura dos males da sociedade de hoje.

3º “Uma missão compartilhada”: Para realizar esta missão, religiosos, religiosas, sacerdotes e leigos devem trabalhar juntos.

4º “Uma missão em toda a parte”: Essa missão deve se realizar em todas as esquinas do mundo e em todos os níveis da sociedade. Como diz o Papa Francisco: em todas as periferias existenciais da humanidade.

5º E tudo isso deve ser feito “em união com Nossa Senhora do Sagrado Coração.

 

Mais adiante no tempo continuaremos a escrever aqui sobre esta família Chevalier que reuniu no seu início até Sacerdotes diocesanos bebendo nesta fonte do Coração de Cristo:

= Missionários do Sagrado Coração (MSC);

= Filhas de Nossa Senhora do Sagrado Coração (FDNSC);

= Missionárias do Sagrado Coração (MSC);

= Leigos e leigas Missionários do Sagrado Coração (Leigos MSC);

= Jovens Missionários do Sagrado Coração (Jovens MSC);

= Fraternidades de Nossa Senhora do Sagrado Coração (Fraternidades de NSSC).

 

Continue lendo sobre esta Família Chevalier. Uma Família Missionária!


Institucionais

  • Fundador

    Em 15 de março de 1824 nasceu Júlio Chevalier. Era de família pobre mas rodeada de virtude e graça. Luísa, sua mãe, o educou na fé e lhe ensino...

  • Carisma e espiritualidade

    Impulsionado pelo Espírito de Jesus de Nazaré, o padre Júlio Chevalier, trazendo presente a experiência vivida num retiro, no qual encontra a f...

  • Devoções

    Sagrado Coração de Jesus

  • História

    Tudo começou no Coração de Deus encarnado, em Jesus de Nazaré, o Cristo. Ele continuou amando a humanidade numa experiência humana profunda ju...

  • Província de Curitiba

    Até 1979, todos os integrantes da Região Belga eram MSC belgas. Com a Profissão Religiosa dos primeiros brasileiros, surgiu a questão jurídica do...

  • Nossos Missionários

    Padre Adilson Gomes Teixeira  |Nascimento 20/10/87  |  Votos: 02/02/13  |  Ordenação Presbiteral : 26/02/2017&nbs...

  • Leigos MSC

    ...

  • Jovens MSC

    ...

  • Filhas NSSC

    ...

  • Missionárias SC

    ...

  • Ação Social

    A Ação Social da Sociedade Júlio Chevalier é uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos de caráter beneficente e de assist...